quinta-feira, 28 de outubro de 2010

O potencial do corpo



Movimentos que remetem a animais, entidades religiosas, passos de dança moderna, clássica e contemporânea, e tantos outros permearam a apresentação de dois lindos irmãos bailarinos.
No decorrer dos movimentos corporais se fazem latentes as emoções inquietantes. Mesmo no que pode ser chamado de aquecimento, que na verdade aquecia os sentimentos e relação de cumplicidade da dupla.
A surpresa maior foi a beleza cultural do visual de seus pais que lembravam pela sua confortável e colorida vestimenta duas entidades africanas, muito pertinente ao contexto cultural do evento.
Foram poucos mais intensos momentos de energia e emoção.

Obrigada a Claudia e Claudio Adão - intérpretes
Artísta visual : Wilton Garcia
Direção cênica: Jorge Balbyns
video
video
Erika de Cassia Capella

terça-feira, 19 de outubro de 2010

O QUE É FAMILIA?

Pela enciclopédia Wikipédia família é unidade básica da sociedade formada por indivíduos com ancestrais em comum ou ligados por laços afetivos.

Indivíduos ligados por laços afetivos são aqueles que você realmente escolhe para estarem ao seu lado, dividindo alegrias e tristezas, boas risadas e crises de choro. Aprendemos a amar pelo convívio e respeito, conhecendo os defeitos e qualidades, muitas vezes brigando mas quanto menos se espera abre os braços e dá um grande abraço, sem ao menos falar uma palavra.

Hoje em nossa roda, depois de muitas duras declarações o mais importante foi a certeza de que apesar de tudo e todos, ninguém pode tirar a grande emoção de pisar no palco e desenvolver o personagem que respeita e encorpora.


É claro tudo isso ao lado da Família Ousadia.

Amo todos vocês.

domingo, 17 de outubro de 2010

TUMC & TWL-OUSADIA

Depois da nossa apresentação, tive a agradável surpresa de abrir minha caixa de email e ler emocionada a mensagem de uma pessoa muito importante em meu aprendizado.



"Olá turminha...

Independentemente do que possa "ter acontecido" daqui à pouco, na nossa apresentação, quero dizer-lhes alguns sentimentos meus:


1 - foi muito bom conhecer vocês. Estava precisando de uma grande lição, e a tive. Vocês me renovaram e me fortificaram. Mais, me instigaram, e bastante;

2 - vou guardar comigo um detalhe especial e diferenciado de cada um, que não se mede, não se limita, não se esvai e muito menos se esgota, e como tesouros, vez ou outra, namorarei à luz da Lua e das estrelas, para me recordar de noites tão densas e prazeirosas;

3 - jamais deixem de sorrir; jamais deixem de chorar; jamais deixem de sonhar; e jamais deixem de realizar. Jamais esqueçam das "humanidades" que cada um carrega em si mesmo. Jamais...;


4 - repito, mirem-se em teus pais. Carinho e respeito com eles. São os melhores amigos que um jovem pode ter;


5 - aprendam e repassem. Multipliquem o conhecimento;

6 - sejam alunos dos tios Erika e Gilberto; sejam professores dos tios Erika e Gilberto, pois a gente só ensina quando aprende. Isso é dialética...;

7 - e finalmente, desejo que a vida lhes seja bela e suave, com saúde e prosperidade, e quando tiverem por volta de oitenta anos de idade, possam se lembrar dos "Cinco Bichos..." com ternura, emoção e saudade...

De um eterno aprendiz do TWL - Ousadia.

Adamilton"



É por esses momentos que todo o trabalho vale a pena.

Muito obrigado Adamilton Andreucci.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

As emoções da LUA

Um dos resultados mais prazerosos no decorrer do trabalho de um ano todo, não esta no resultado final da produção cênica, mas sim na atenção das crianças que fazem questão de ficar sentadas no chão bem perto dos personagens.


Olhos brilhantes, arregalados, prestando atenção em todos os mínimos movimentos até o momento final quando uma criança com sua bela inocência declara seu sentimento abraçando a bailarina Luana.

O mais importante é perguntar: Quem mais se emociona e diverte-se, a criança que assiste ou a que encena?